Aquivos por Autor: Intermitências da escrita

Crónicas da Brilha: Primavera! Onde estás?

      Passamos metade da vida a ansiar por liberdade. Queremos, no fundo, crescer, sair de debaixo da asa dos pais, usar a roupa que quisermos, ter os amigos que adoramos e toda a gente diz que são má … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Crónicas da Brilha: Casar ou não casar: eis a questão!

Quando era criança escrevia todos os meus livros com pena e tinteiro, de preferência à luz da vela. Esta atitude romântica foi-se perdendo com o passar dos anos. Certo que fui sempre mantendo o caderninho preto, mas a dado momento … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Crónicas da Brilha: A propósito da quadra

  Deste lado do rio, há mais de uma quinzena que se acendem as lareiras. O ar cheira a lenha e ao calor do lar, apesar do frio nos voar rente às orelhas e ameaçar gripes próprias da época. Isso … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Crónicas da Brilha: O ópio do povo

       Quando chego a casa, ao fim de cada dia, meto a chave à porta e o que me espera é uma grande solidão.   A casa é grande demais para uma pessoa só, digo mais para mim … Continuar a ler

| 1 Comentário

Crónicas da Brilha: Esboço de carta ao passado

  Às vezes sinto que me afastei do mar. Costumava senti-lo cantar em todas as palavras que tingiam de azul o branco de uma simples folha de papel. Agora parece que vivo entre estações em contagem decrescente do tempo que … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Crónicas da Brilha – Venturas e desventuras de uma noite de S. Pedro

      Há quem diga que não acredita em coincidências. Bem, não sei se me inclua ou não nesse grupo, mas é certo que atraio as mais caricatas situações, sejam elas ou não coincidência.   Apanhei o barco, precisamente … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Crónicas da Brilha: Porque eles sabem o que fazem.

  A sujidade da metrópole sufoca-me aos poucos. Tombam palavras da ruína de paredes sujas, tropeço nas embalagens que o vento empurra no caminho e abate-se sobre mim um grande cansaço.   Fico com a nostalgia das casas no Alentejo, … Continuar a ler

Publicado em Opiniões, testemunhos | 1 Comentário