Arquivos Mensais: Dezembro 2011

Dois rios…

Dois rios que se beijam entre águas se tocam nos lábios se encontram em paixão se desaguam José Guerra (2011)

| Publicar um comentário

“PRÓSPERO ANO NOVO”

                 PRÓSPERO ANO NOVO Para todos os autores do Sítio do Livro, os votos de um Bom Ano Novo. Desejo que a imaginação brote novos livros e ideias, quer no romance, na poesia, etc. Um abraço para todos. José Eduardo … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Acordes em Prosa…

Quando o céu e a terra se tocam No mar se ouve Acordes em prosa se amam Num qualquer violino, que ao longe na memória se deixou tocar José Guerra (2011)

| Publicar um comentário

Feliz natal – ( de Danilo Pereira )

Nest post, quero agradecer de coração ao sitio do livro, pois foi atravéz dele, que minha obra, Wolfgang, o guerreiro nórdico ganhou vida, espaço, a oportunidade de ser vista pelo mundo. Quero agradecer também, os leitores de meus posts, na qual recebi … Continuar a ler

| Publicar um comentário

E eis que é Natal – Crónicas da Brilha

  Nas ruas nocturnas há luzes a tremeluzir. Não neva, mas o frio faz-nos recolher ao aconchego das lareiras. Os pés pisam folhas secas no caminho, que por vezes também tombam nos casacos de golas hirtas ou nas luvas forradas … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

“DIA DE NATAL”

                                            DIA DE NATAL             Amélia, vive solitária na sua confortável casa. Com oitenta e sete anos de idade mantém uma actividade salutar, que lhe permite ser autónoma nas suas tarefas quotidianas. Não é feliz, porque a morte do marido … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Romance – “A Paixão que Veio do Frio”

Um romance intenso, uma história de amor quase impossível. Disponível na Livraria Leya na Barata, Av. Roma e no Sitio do Livro por encomenda online Neste Natal ofereça Livros! Boas Festas!!

| Publicar um comentário

Esboços (Estudos para romancear)

EXTRAIDO DE TEXTO EM PREPARAÇÃO AINDA POR REVER João trava um monólogo com a sua consciência. Recuando ao tempo da Lisboa risonha de cravos ao peito, é como se percebesse hoje as quimeras inocentes de um Povo criança que sempre … Continuar a ler

| Publicar um comentário

Obras de Ana Brilha disponíveis no Sítio do Livro

Se tinha dificuldades em encontrar os livros Aurora, Cartas da Província de Akashi, Contos de Agora e de Outrora, Diário de uma paixão monologada ou Ear’ Quessir – o guardião da espada, eles estão agora à distância de um clique através … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

Um conto de Natal – por Marifelix Saldanha

Lá fora Orácio ouve o chuviscar constante daquela chuvinha marota que insistentemente bate no telhado das casas, molhando as relvas que enobrecem as pracetas floridas das pequenas aldeias, onde os “jovens” senhores jogam cartas de baralho e um dedo de … Continuar a ler

| Publicar um comentário