Obras de arte e de utilidade, que hoje servem para ver em qualquer Museu.

Fazia todo o sentido, o uso da terra cozida, falamos do barro ou argila, na produção de peças de utilidade ao longo de muitas civilizações e utilizadas nas mais diversas tarefas, até se partirem… Com as novas tecnologias, podemos ver o bem e o mal que fazemos ao ambiente, quando saciamos a sede nos dias de hoje e atiramos as “vasilhas” fora, ou ainda pior, reciclar o plástico fazendo tecido, para roupas, que depois de lavados deixam ficar as microfibras que lá vão rio abaixo em direção a um mar, …que não as quer e mais cedo ou mais tarde as devolve aos remetentes… Que saudade de uma bela bilha de barro para encher de água… !

O Último Oleiro, um Livro para si!

Poderá também, acompanhar e gostar do Livro no Facebook

Sobre Rómulo Duque

Escrita, Fotografia.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.