Arquivos Diários: 19/11/2011

Extraído do romance “A menina dos olhos tristes” (por publicar)

No centro da parede, um crucifixo de grandes dimensões. De madeira negra, com um Cristo de cobre escurecido pelo passar dos anos. Ali estava Deus, inquestionável, eterno, a tomar o seu quinhão de sacrifício para salvação do pecado original e … Continuar a ler

| Publicar um comentário