Aquivos por Autor: gilduarte

UM CRIMINOSO COM UM JOELHO MUITO MAU [II]

Para quem quer que olhasse para o crime de fora, se realmente o viesse a cometer, dificilmente o senhor X cairia na lista dos suspeitos. De que móbil o acusariam? Dona X não possuía nenhum pecúlio à parte, de que … Continuar a ler

| Publicar um comentário

UM CRIMINOSO COM UM JOELHO MUITO MAU [I]

Como, no Inverno, as dores no joelho se tornavam lancinantes, pôs-se duas ou três vezes por semana nas mãos do Henriques, que era um massagista particular e morava muito próximo dele. O Henriques encontrava-se no indefinido limiar entre o autêntico … Continuar a ler

Publicado em Opiniões, testemunhos | Publicar um comentário

suspenso à porta da noite

sem nem respirar, de espanto, estaco à porta da noite. como em puto, temo entrar nela: mas ela é que me entra e, devagar maligna, dilui todos os contornos. temo tanto que a noite me seja o destino, como a … Continuar a ler

Publicado em Opiniões, testemunhos | Publicar um comentário

sublimação

Este surpreendente braço de água Que no meu íntimo tem a nascente É uma via pra fugir de mim: trago-a Dentro, e nela me escapo e fico ausente. Este poder de criar transcendência Não sei se redime ou se é … Continuar a ler

Publicado em Opiniões, testemunhos | Etiquetas | 2 Comentários

o desfazer da melhor das minhas recordações

Meu pai recusava-se a ir às festas da minha escola. Ficava sentado em casa, com o jornal que lhe enviavam da terra, A Palavra de Vila Lameirã.  Dizia que não tinha pachorra para o calor – estávamos em Julho -, … Continuar a ler

| 1 Comentário

Em Vez de Mim

Tu, Quem  mais me compreende E a que me compreende menos, Que me pertences Até onde eu posso pertenceres-me E em nada me pertences nada, Tu, Realidade efectiva, inteira, plena De que eu sou um reflexo carente, Tu, Que existes, … Continuar a ler

Publicado em Opiniões, testemunhos | Etiquetas | Publicar um comentário

nunca mais voltarei a casa

não consigo entrar de novo no meu passado como quem regressa a casa e se despe de roupas em que já não crê. não o encontro agora. roubaram-me a casa:  levaram-ma toda, paredes, fundações, mitos, o único sofá que me … Continuar a ler

Publicado em Opiniões, testemunhos | 1 Comentário