TanTumPim PamPemPum’Pinga de fogo


TanTanTam, é fogo sempre constante

TanTanTam, derrete tudo por dentro

TanTanTam, por fora arde errante

TanTanTam, jaz nas cinzas do relento

 

TunTunTum, ter implodido na alma

TunTunTum, uma força resultante

TunTunTum, tremenda mas muito calma

TunTunTum, neste inferno de Dante

 

PimPimPim, e numa gota se forma

PimPimPim, de pouca água pura

PimPimPim, pinga, tudo acalenta

 

PamPamPam, desgaste faz-se por norma

PemPemPem, fervura que assim dura

PumPumPum, tu perguntas ! Não rebenta ?

 

                                                                                                                                       B)’iL

 

LINK: Soneto do AoSol’ÉqueSeEstáBem…

Anúncios

Sobre Pedro Nunes o B)'iL

Artista-Músico-Percussionista-e-Poeta
Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s