“JUNTOS PARA SEMPRE” (4)

  “JUNTOS PARA SEMPRE”  – (4)

 

Uma noite, Maria acorda em pânico, com uma hemorragia. Grita, confrangida, por socorro. Toda a gente acorda. Aparecem duas freiras que, ao perceberem o motivo do seu desespero, a insultam, chamando-lhe ignorante e desavergonhada. Retiram-se, vociferando pelo facto de terem interrompido o seu celestial sono por causa de uma idiota aos gritos.

Laurinda levanta-se silenciosamente, aproxima-se de Maria e explica-lhe com pormenores o que está a acontecer.

– Como vês não é nada de mal, todas as raparigas passam por isso na tua idade. – diz ela com ar de entendida no assunto.

Maria fica mais calma, mas ainda um pouco confusa, apesar da informação detalhada de Laurinda.

*********************

Como é possível que as freiras, que também são mulheres, não considerem seu dever esclarecer e orientar as jovens nesta fase de transformação dos seus corpos? O que é que existe naquelas cabeças além de exânimes teias de aranha? Ou será que Deus as eximiu desse fenómeno fisiológico? É inexplicável que num Orfanato, que tem como objectivo acolher, educar e ajudar crianças no seu progresso físico e intelectual, existam pessoas que ajam de forma tão reprovável.

Se Deus existe, como permite que mulheres, que passam todo o tempo a rezar de terço nas mãos, tenham comportamentos de tanta frieza, tratando as infelizes raparigas com gratuita severidade e estúpida desumanidade?

Se Deus existe, como permite que se abandonem bebés nas soleiras das portas, ignorando o seu destino?

(Continua)

José Eduardo Taveira

Anúncios

Sobre José Eduardo Taveira

Nasci no Porto. Trabalhei em diversas empresas nacionais e multinacionais, exercendo cargos directivos. Actualmente estou liberto de compromissos profissionais, usufruindo a liberdade de viver como gosto e quero. Publiquei três livros intitulados: "Juntos para Sempre","Histórias de Pessoas que Decidi Divulgar" e "Viagem ao Princípio da Vida". Os dois primeiros em Portugal e o último no Brasil.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

2 respostas a “JUNTOS PARA SEMPRE” (4)

  1. Issunji Orlando Malundo diz:

    Juntos para sempre, é uma obra para ler…Gosto disso. Senhor José Eduardo, continua a escrever
    também a transmitir experiências aqueles que têm estorias, mas não conseguém contar duma forma mas lírica e metaforica como o senhor…

    Gostar

    • José Eduardo Taveira diz:

      Boa tarde, Sr. Issunji Orlando
      Muito obrigado por ler os meus escritos, que fazem parte do livro “Juntos para Sempre”-
      Todos os dias vou transcrevendo partes do livro, que acho vale a pena acompanhar, pois acontecerão muitas surpresas durante a história.
      Um abraço.
      José Eduardo Taveira

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s