“JUNTOS PARA SEMPRE” – (8)

             Maria dá um grito de pavor quando alguém lhe agarra os cabelos com violência. Aterrorizada, vê uma das freiras, que a arrasta para dentro.

– Sua espertalhona. Com que então queria fugir, a fidalga, a princesa do Orfanato queria ir passear, talvez ver as montras e fazer umas comprinhas para o enxoval! Malandra, vais já para o quarto dos castigos. Ficas lá um mês a gozar as regalias exclusivas só concedidas a fidalgas e princesas. Não vai faltar nada a sua majestade!… Vai à minha frente imediatamente, sua imbecil, sua sem-vergonha! Parvalhona, armada em esperta!

Maria olha para o cimo das escadas e vê Laurinda com um semblante comprometido.

Não resistindo ao sentimento de  revolta,   grita para Laurinda:

– Traidora! Traidora!

 

(Continua)

José Eduardo Taveira

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.