Arquivos Diários: 23/03/2015

ANTÓNIO NOBRE – Tempestade

António Nobre (Porto, Portugal, 1867-1900). Poeta vanguardista da modernidade, foi considerado uma das mais importantes figuras do simbolismo em Portugal.   Palavras de António Nobre:   “ Só, é o livro mais triste que há em Portugal.”              Tempestade!   … Continuar a ler

| Publicar um comentário

XOSÉ MARÍA DÍAZ CASTRO – Penélope

Xosé María Díaz Castro ( Vilariño, Galiza, Espanha, 1914 – Lugo, Galiza, Espanha, 1990). Foi poeta, tradutor e professor. Publicou,em 1961, Nimbos,  a sua obra mais importante, um livro fundamental da poesia galega moderna, que contém o célebre poema “Penélope”, … Continuar a ler

| Publicar um comentário