Sou de mar e vento feito…

Sou de mar e vento feito
linho bordado em vela solta
nasci naquela nau feita de céu
onde os dias eram noites
e o meu rosto não tinha nome
naquele abraço descalço
numa tela sem memória
renasço das cinzas perdidas
e pinto-as de poemas cantados

José Guerra (2012)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s