Excertos da Alma…

…enquanto ela caminhava, ele admirava o seu reflexo como se fosse a primeira vez. Mergulhou a sua mente nas ténues recordações dos seus encontros, nos segredos a descoberto, no fingimento do seu amor hipócrita e na dor que deixava marcada em cada ser adormecido. Era louca. Uma louca sadia que a tornavam realista face ao mundo que construiu, impenetrável a qualquer sentimento, a qualquer mudança…

Advertisements

Sobre araujosandra

Autora e Psicóloga Clínica
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s