Aniversário da Poetisa Florbela Espanca

Tributo a Florbela Espanca, dia do seu aniversário, com um poema da minha autoria. Que a sua alma se durma em prosa beijada de amor e flor…

Vou por ai semear palavras ocas

como da noite de que sou feito

cheio de nada e desalento

queria ser ave como o vento

para gritar mais alto que o tempo

José Guerra (2011)

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s