“HISTÓRIAS DE PESSOAS QUE DECIDI DIVULGAR”

EXCERTOS DA HISTÓRIA Nº 13

Dionísio Tespis ignora a sua idade cronológica. É uma falsa controvérsia sobre a caracterização do seu “modus operandi.

Mantém há décadas a mesma qualidade de vida, essa sim, determinante para a celebração diária da sua idade biológica.

Vive numa velha mansão herdada, com a sua companheira de sempre. Mantêm um amor recíproco indestrutível.

Movimenta-se entre milhares de livros desde os dramaturgos gregos até aos contemporâneos. O seu grande tesouro, sempre presente, em qualquer momento, é o livro que lê de forma arrebatada. (…)

(…) Cada personagem que um autor cria com a sua imaginação, ele recria-a, gozando o prazer de desmontar clichés, construindo, ou melhor, reconstruindo a sua nova personagem renascida, servindo os dois criadores com a mesma dedicação. (…)

Há momentos em que Dionísio se desgosta com a personagem que recriou. Quer libertar-se dela, mas atormenta-o pensar que é uma injustiça. Cada um é como é. Todas as personagens têm o direito de serem representadas tal como são, tal como o seu autor quis que elas fossem. Quem as vê, pensará o que entender. Muitas vezes o contrário da realidade. Por desconhecimento ou porque incomoda a retratação cruel espelhada nas folhas de um livro ou em cima de umas tábuas de um palco. (…)

Na sua velha mansão Dionísio Tespis prepara as suas representações lendo em voz alta todo o texto, interpretando todas as personagens, como se todas ou nenhuma fosse a sua. Olha à sua volta e os milhares de livros transformam-se em plateia imaginária onde Dionísio se movimenta como se fosse real. Emociona-se, ri, chora ou pragueja a maldição dos Deuses que disseminam o terror, a morte, o sofrimento, as catástrofes. Dionísio Tespis é então alguém diferente de si, que muitos pensarão ser ele próprio. (…)

JOSÉ EDUARDO TAVEIRA

Sobre José Eduardo Taveira

Nasci no Porto. Trabalhei em diversas empresas nacionais e multinacionais, exercendo cargos directivos. Actualmente estou liberto de compromissos profissionais, usufruindo a liberdade de viver como gosto e quero. Publiquei três livros intitulados: "Juntos para Sempre","Histórias de Pessoas que Decidi Divulgar" e "Viagem ao Princípio da Vida". Os dois primeiros em Portugal e o último no Brasil.
Esta entrada foi publicada em Opiniões, testemunhos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s