HISTÓRIAS DE PESSOAS QUE DECIDI DIVULGAR

  EXCERTO DA HISTÓRIA Nº 17

           Carlito Falácio começou a interessar-se por futebol animado pelo seu pai, que ambicionava viver à custa dos rendimentos do filho, aliás como toda a família. Ainda mal sabia andar e já o obrigava a chutar numa bola maior que o miúdo. 

        – Tens de ser futebolista, meu filho. Não és menos que os outros. Não te obrigo a estudar, porque não é preciso. Tens é de jogar à bola, estás a compreender, meu filho?

        A mãe não concordava com a ideia do marido e pôs o miúdo na escola. E o Carlito foi crescendo a sentir todos os dias a mesma pressão:

           – Tens de ser jogador de futebol, meu filho. O teu futuro, e vá lá, o nosso, passa pelo teu sucesso. Olha para os craques que estão cheios de dinheiro, filho. Olha que o teu pai sabe do que fala. O teu pai não é parvo, sabe bem do que fala.

              Carlito foi obrigado a ver todos os jogos de futebol na televisão. E o pai assinalava os jogadores que ganhavam muito dinheiro, tinham casas e carros topo de gama e andavam com miúdas que pareciam bonecas insufláveis. Enfim, coisas que a Carlito lhe davam algum entusiasmo.  Foi inscrito como sócio num grande Clube da 2ª Liga e começou a treinar na equipa de futebol júnior.

           – Meu filho, marcar golos é que dá dinheiro. Todos os clubes do mundo vão querer contratar-te. Acredita no teu pai, que sabe muito bem o que diz, rapaz! Carlito começou a treinar mas era uma desgraça. (…)

JOSÉ EDUARDO TAVEIRA

Esta entrada foi publicada em Opiniões, testemunhos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.