Arquivos Diários: 14/03/2011

Espero o tempo…

Espero o tempo que não chega, vejo na madrugada o clarear do dia, tímido, circunspecto, surpreende os noctívagos, acalma a boémia, senta-se o sol na janela, fico dormente, já é tarde, vou descansar… José Guerra

| Publicar um comentário