GIL VICENTE – Pois Casei Má Hora

GIL VICENTE

Gil Vicente (Portugal, 1466-1536). Não existe informação exacta sobre os locais onde nasceu e morreu.

Foi dramaturgo, poeta, actor, encenador, músico e ourives, tendo sido um dos impulsionadores da cultura renascentista em Portugal.

A sua primeira peça, escrita em castelhano, Monólogo do Vaqueiro, data de 1502.

Escreveu 44 peças, umas em português, outras em castelhano, outras bilingues, entre autos, tragicomédias, farsas, comédias e moralidades.

Entre os autos religiosos, são mais famosos os que perfazem a trilogia das Barcas (Barca do Inferno, Barca do Purgatório, Barca da Glória), Auto da Alma, Auto de Mofina Mendes, Auto da Índia, Auto da Feira.

Luís Vicente, seu filho, editou em 1562, cinco volumes com o título: Compilaçam de todalas obras de Gil Vicente.

Marcelino Menéndez y Pelayo, (1856-1912) consagrado historiador e crítico literário espanhol escreveu sobre Gil Vicente: “é a figura mais importante dos primitivos dramaturgos peninsulares, não havendo quem o excedesse na Europa do seu tempo.”

Pois Casei Má Hora

Pois casei má hora, e nela,
e com tal marido, prima…
Comprarei cá üa gamela,
par’ò ter debaixo dela,
e um grão penedo em cima.

Porque vai-se-me às figueiras,
e come verde e maduro;
e quantas uvas penduro
jeita nas gorgomeleiras:
parece negro monturo.

Vai-se-me às ameixieiras,
antes que sejam maduras.
Ele quebra as cereijeiras,
ele vendima as parreiras,
e não sei que faz das uvas.

Ele não vai à lavrada,
ele todo o dia come,
ele toda a noite dorme,
ele não faz nunca nada,
e sempre me diz que há fome!

Jesu! Jesu! Posso-te dizer,
e jurar e tresjurar,
e provar e reprovar,
e andar e revolver,
que é milhor pera beber,
que não pera maridar.
O demo que o fez marido!

Que assi seco como é
beberá a torre da Sé:
então arma um arruído
assi debaixo do pé!…

Gil Vicente, in “Auto da Feira”

Anúncios

Sobre José Eduardo Taveira

Nasci no Porto. Trabalhei em diversas empresas nacionais e multinacionais, exercendo cargos directivos. Actualmente estou liberto de compromissos profissionais, usufruindo a liberdade de viver como gosto e quero. Publiquei três livros intitulados: "Juntos para Sempre","Histórias de Pessoas que Decidi Divulgar" e "Viagem ao Princípio da Vida". Os dois primeiros em Portugal e o último no Brasil.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s