Nós e as “gavetas”

O tempo muda as gavetas. O tempo encerra umas e abre outras. Felizmente eu tenho várias gavetas ordenadas no interior, e continuo a abrir quase as mesmas e a fechar as que merecem ser fechadas. Tudo isto para que eu seja sempre igual nas minhas convicções, sempre igual na forma de estar perante os outros.

Anúncios

Sobre araujosandra

Autora e Psicóloga Clínica
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s