As Virtudes da Mente Orlando Nesperal

Com o passar dos dias, … fico muito inquieto,  … aliás, sou um desassossegado no tempo e um convicto que a sociedade vai melhorar. Certamente quem tem que melhorar sou eu,  o resto pensa como pensa, dizem o que dizem, e a eles pertence a sua forma de pensar e agir. Ao criar a minha realidade, e permitir-me que os outros sejam o que são cresce em mim  a paciência de voltar a escrever.

Não irei transcrever o livro ou partes do livro As Virtudes da Mente, para tanto ele está aí, já um pouco por toda a parte. Mas o escrever passou a ser o meu Ser superior que fala mais alto do que a minha voz consciente. As vibrações que pouco a pouco, vou transformado em escrita, diz a verdade do que me transcende ao mesmo tempo me vai realizando. A compreensão da minha realidade não sai de nenhuma fonte obscura nem é recriada pelo slogan, dum mundo exterior, mas apenas da voz inconsciente, que abunda na minha alma e é a fonte viva do meu espírito.

Ao tornar público onde está a minha fonte de inspiração,  a qual bem digo sobre a mesma, e não pretendo ser um alarmante, duma existência Divina em cada Humano. Mas desenvolver este conhecimento, que nos leva a fazer o que quer, e muitos casos, o que não quer, porque tem que ser feito, e eu não passo dum simples executante que conhece a fonte, mas desconhece, a inspiração que lhe ordena o que acabou de escrever.  É neste sentido que ao longo de alguns anos, vou ler o que escrevi, e muitos são os casos, que no final da leitura, fico sem saber quem escreveu, interrogando-me o a mim mesmo:  -Li  como fosse meu, mas não me reconheço neste texto, se não fosse a assinatura no final, não acreditava.

Certamente que não estou a desenvolver nem criar uma teoria, apenas a constatar factos, os quais me vão acompanhando.  Faço deles a minha companhia amiga de todos os dias, ao  escrever,  ora no livro que estou fazendo “O Livro das Orações”, ora no meu Workshop Criativo, onde vou explanando as ideias que penso, que sejam as do dia do amanhã.  Nesta ideia vou construindo hoje, o que quero que seja o dia seguinte ou mesmo as semanas seguintes.

Vou ficar por aqui, …não pelo tema mas pelo tempo. Os que me irão ler serão poucos, os que me criticarem são o dobro dos que leram, mas valerá  sempre a pena, uns escrevem sem saber porque o fazem, outros vão lendo aquilo que não escreveram. Foi assim que apareceram os livros.  …assim é!

Orlando Nesperal

 

Advertisements

Sobre orlandonesperal

Autodidacta, futurólogo, tendo como o principio, que a mente é o local donde nasce o mundo novo. Ao controlar os pensamentos está a controlar o seu destino.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

18 respostas a As Virtudes da Mente Orlando Nesperal

  1. jsola02 diz:

    Excelente ponto de partida para pensar. Porque escrevemos, quem escreve e quem lê, como quem diz quem conta e quem escuta, e quem, que desconhecido nos habita e nos induz a escrever ou a contar. Na verdade que estranha gente é esta que escrevinha; sós, mas sempre de braço dado com muita gente que nos escolheu para viver dentro de nós. Obrigado por este escrito!

    Gostar

    • Em boa verdade se diga: ” que estranha gente é esta que escrevinha”, …por mim quanto mais me procuro para me encontrar, fico sempre muito longe do que pretendo dizer. Ou as palavras são escassas ou os pensamentos não encontram a linguagem que seja comum ao pacto cidadão. Nasce algo que se me afigura dum conhecimento diferente, mas que na realidade vai encontrar um vazio no exterior do meu pensamento. Claro que é a realidade de quem escreve, ou o faz só para si, ou em outra vertente, coloca a escrita para que seja entendido por um público em geral. … ser diferente é trazer algo de novo, …mas ser repetitivo é um homem vulgar.
      Orlando Nesperal

      Gostar

  2. saber coloborar partilhar e aceitar é doar muito duma herança genuína. porque afinal para saber ser voluntário é imprescendível ter bontade coragem e…..caracter. silvino ramos

    Gostar

  3. a cultura é um valor incalculável que valoriza a credibilidade de quem a pratica dedico ao amigo de escola orlando gaspar lopes da silva do silvino ramos

    Gostar

  4. quem escreve não basta escrever tem que saber um anonimo

    Gostar

  5. cernachenses todos juntos vamos ajudar a engradecer a nossa amada terra,assim iremos longe quem tiver coragem amor e carater se junto aos bons…separados os vejo aqueles que nao querem nem deixam praticar tais acções.ao virarem costas ao terrão que lhes foi berço diz um anónimo

    Gostar

    • Amigo Silvino
      Sei que já perguntoui por ando, no proximo fim de semana espero ir aí e irei procura-lo pessoalmente, dado o telefone mais uma vez não consigo certamente não fiz a alteração. Um abraço
      Orlando Nesperal

      Gostar

  6. segundo se apurou com dados oficializados afinal ha ou nao ha um hotel guide …nesta vila é que a vóz popular sustenta que os cernachenses tambem gostam de fazer férias cá dentro …apesar da vida não estar famosa para turismos com suites e tudo…a vós popular não conhece a instituiçao anónima.ou poderá ser algum lapso……….e esta heim………..

    Gostar

  7. silvino ramos diz:

    no dia 26 maio o atlier tulio vitorino voltou a ser local de encontro desta feita com com fieis amigos da casa da comarca da sertá lisboa-afinal aquele emblemático espaço nao está assim tão abandonado.um cernachense atento.

    Gostar

  8. Amigo Silvino Ramos, è sempre uma alegria veos teus apontamentos sobre Cernache do Bonjardim. Já agora fica a saber que dia 30-06.2012, vai haver um almoço no Rotunda de antigos alunos e professores do IVs,, mais promenores fala com a Junta de Freguesia aparece por lá para fazer um apotamento do que foi este acontecimento, que mais uma vez vai levar gente que à muito não ia a Cernache do Bonjardim..

    Gostar

  9. silvino ramos diz:

    bom amigo obrigado pelo convite se puder lá estarei.caso nao me seja possivel entro em contato contigo para me dares permenores do acontecimento.é uma boa noticia e o nosso jornal promete coloborar conta comigo um abraço.até breve
    silvino ramos

    Gostar

  10. Amigo Silvino Ramos
    É sempre uma alegria voltar a Cernache do Bonjardim, ainda ontem vim de lá, mas é como à anos que ai não fosse. A paixão por esse local, a sua paisagem e suas gentes, dão-me alegria e muita força, para …voltar sempre mesmo que haja circunstâncias adeversas.
    Orlando Nesperal

    Gostar

  11. silvino ramos diz:

    grande amigo orlando.sinto o afecto dos meus amigos.assim como a paixao do amor á nossa terra..como filho que és dela,encentivo-te que diariamente aqui presente ajudavas a levá-la longe na fama nas obras e na dignidade que lhe está a faltar a esta parte. fala sempre que eu estou ao teu lado para que cernache do bonjardim ainda volte a ser o que foi…as pessoas vão passando mas a terra fica.. um abraço até sempre.

    Gostar

  12. amigo orlando da-me novidades tuas .porque da terra vais sabendo quinzenalmente.agora ha para ai quem entenda que o jornal passe a 18 deias vais ver o diálgo no proximo numere. um cernachensa atento. mas como quetrer é poder cernache do bonjardim continua a ser PORTUGAL.até que haja crer porque o poder esta perdido aos pedasinhos. um abraço.

    Gostar

  13. deixo um abraço.e votos de boa páscoa para ti e todos os teus.

    Gostar

  14. Bons dias,
    Amigos, é sempre bom escrever, desta forma me vou expressando o que me vai na alma ao mesmo tempo vou preenchendo o meu tempo, tornando-o cheio de novas coisas ou de coisas já velhas.
    Nesta onda, vou repetindo, que O Livro das Orações tem vindo a preencher os meus dias com as seções de autografos e algumas entregas, pela solicitação de muitos gostarem de ter um livro autografado. Tenho recebido alguns elogios pela forma e pelo conteúdo objetivo junto das pessoas. Espero que se vá espalhando por toda a sociedade, em especial que seja divulgado de pessoa a pessoa, pela necessidade que cada um tem, e o conteúdo uma autêntica revolução no nosso meio em levar às pessoas compreenderem que a Nova Era é um facto.
    A grande novidade está a ser que a editora me abre a hipotese inesperada de ser editado um conto Menina da Serra escrito 1978, que parece que agora tem alguma razão de ser editado. Vou fazer todo o esforço para que a publicação seja uma realidade. Resta saber se o conselho editorial se mostra interessado na sua publicação.
    A grande questão é saber se vai ser simulaneamente uma edição Portugal e Brasil. Seria um passo gigante para alcançar outros mercados, pela sua dimensão pode chegar a outras pessoas com ideias e alguns conceitos e forma de analisar a arte literária.
    Saber aguardar é a capacidade de ter a certeza que irei publicar este apontamento literário, de grande relevo, pela distância em que foi escrito e a sua publicação ocorreu coisas que se desviaram do percurso do que se diz no conto e passou a ser chamado erro histórico.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s