Arquivos Mensais: Agosto 2011

Donzelas do Reno ( de Danilo Pereira )

As donzelas do reno, são entidades divinas que vivem nas águas dos rios e lagos nórdicos à procura de aventuras. Elas são conhecidas por Woglinde ( morena ), Wellgunde ( ruiva ) e Flosshilde ( loira ). Diz a lenda, … Continuar a ler

Publicar um comentário

Quisera o amor…

Quisera o amor dizer-me que eras tu a primavera que não tive… José Guerra (2011)

Publicar um comentário

Eterno Retornar

Não sei trazer Lisboa no meu peito Feito de outras memórias, outros sonhos De espaço e de luz de um tempo desfeito, E sons que me duram, belos, medonhos. Já não resta, em mim, céu para gaivotas. Olho o meu … Continuar a ler

Publicar um comentário

A elfa ( de Danilo Pereira )

Aurehen era uma elfa e possuía inúmeros poderes. O clã dos Vanir era o oposto do clã Aesir, que eram os Deuses da guerra. Wolfgang conhecia bem aquela entidade e sentiu-se aliviado ao vê-la. A elfa havia surgido para ajudá–los. … Continuar a ler

Publicar um comentário

…Insano pensamento…

Este verde que me fala de alma sofrida Do sal te bebo, insano pensamento Me faz partir de mim Oh!!..mar levai-me Sem que as ondas me vejam Longe das pegadas de tristeza Que na areia se ficaram José Guerra (2011)

Publicar um comentário

Loki ( de Danilo Pereira )

Loki é o Deus da mentira, da trapaça, da maldade, da travessura. Ele é o senhor de Niflheim e de lá lança sua maldade sobre o mundo nórdico que sofre com suas constantes ameaças. Loki adora jogar, se divertir com … Continuar a ler

1 Comentário

O guerreiro nórdico ( de Danilo Pereira )

Ilustração de Wolfgang, o nórdico.

Publicar um comentário

Suaves beijos intensos…

Suaves beijos intensos Da tua boca me saem Leves como o vento Que das nuvens se vão De amor nas flores bordado Na lágrima te sinto salgada Que do mar te trouxeste José Guerra (2011)

Publicar um comentário

“A Magda parou de baralhar, pousou o baralho em cima da mesa e, com a mão esquerda, partiu-o mais ou menos ao meio. Depois, mandou a Vera tirar três cartas, também com a mão esquerda, e colocá-las voltadas para baixo, … Continuar a ler

Publicar um comentário

…Horizontes de Sal…

Vislumbro horizontes de sal Esbatidos pelo mar Silenciados de prata Beijados pelo ar Pintados de céu Da cor do teu olhar Bebo-te assim no meu corpo Sabes a mar No gosto que me fica Depois de te amar   José … Continuar a ler

Publicar um comentário