SOBRE NADA MAIS E O CIÚME: ALGUMAS NOTAS

Como escreve Manuel Nunes, na sua recensão a Nada Mais e o Ciúme,  tudo se passa no arco de um dia, entre o velório do Professor «e o episódio tragicómico do lançamento das suas cinzas pela janela, por entre os estendais das vizinhas». Mas esse dia é também o tempo de cruzamento de memórias que remetem para outros tempos, permitindo que o passado irrompa no presente, com uma força tremenda…
A morte brutal de uma menina de cinco anos é o erro inicial a partir do qual as personagens deste romance procuram o perdão mútuo, ensaiando estranhas e imprevisíveis formas de relacionamento: um narrador talvez apaixonado pelo seu amigo, um pai numa longa jornada à procura do filho, uma mulher que ama todos os homens, uma poeta (que recusa ouvir chamarem-lhe «poetiza») bebendo, no sofrimento, o brilho escuro da sua obra, e a memória insuperável da pequenina irmã e filha são os veios desta história sobre pessoas que só querem tornar a conseguir estar bem umas com as outras.
encomendas on-line:

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/nada-mais-e-o-ciume/9789899712201/

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Opiniões, testemunhos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s