Apenas parto….

“Parti em ti num abraço singelo por quem feriste por desdém…vingança pura e sem sentido por quem sempre por ti esperou…a mágoa fica sem que te importes por quem sempre odiaste…mataste o encanto do pôr do sol e silenciaste o canto das aves…deixaste morrer a flor que por ti sorria…deste veneno a quem carinho pedia….apenas parto, somente para te ver feliz”
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

16 respostas a Apenas parto….

  1. Arlette Pereira diz:

    O amor é uma tempestade, que nos faz definhar…
    Faz-nos cúmplices e, muitas vezes chorar!
    Pode-nos enaltecer e, ao mesmo tempo…
    ter-mos, vontade de morrer…
    O amor é coisa linda, por vezes nos faz padecer!
    Eu, amo cada momento…!

    Gostar

  2. Arlette Pereira diz:

    O amor é, uma fronteira que temos que atravessar…
    Buscamos sorte, amar…
    Sonhos perfeitos, luar…
    Nos corpos perfeitos, que temos que agilizar!
    Ai “ventania”, paixão gritar…
    Em tua boca, o gosto do meu beijar!
    Rosas, perpétuas para ti mulher, amor…
    Nas noites “ardentes” que tu me dás, amor…
    Obrigado querida, por esta “infusão de calor”…!!

    Gostar

  3. Arlette Pereira diz:

    O amor é uma viagem, que todos queremos percorrer…
    Temos sonhos e, vontade de viver…
    Abrimos o coração e “o sonho, começa a correr”…
    Começamos nova etapa, para o amor resultar…
    Começamos por nos conhecer e acarinhar o amor…
    Somos o pulsar da vida, do beijo dado com fervor…
    Queremos amar e um sorriso, sempre ter…!!

    Gostar

  4. Arlette Pereira diz:

    O amor é um sorriso de criança…
    É a subtileza das palavras, do olhar…
    A graciosidade dos corpos, da vida…
    Um futuro promisso, com esperança…
    Dois seres se amando, na perfeição…
    No limite do amar…
    Na complexidade de uma união!
    De um tempo, da vida merecida!
    O amor é, um tudo ou nada…
    “É um nascer”, morrer pela sua amada!!

    Gostar

  5. Arlette Pereira diz:

    O amor é uma flor, desabrochando sobre nós…
    Torna-nos “viciádos”e, faz-nos bem há voz!
    Eleva-nos o sorriso e tras-nos bem estar…
    Grita-se à multidão, como é bom amar!
    Movem-se “montanhas”, para com o amor estar…
    Vive-se um dia, uma noite a fantasiar…
    Pode-mos até viver uma vida e, dessa pessoa sempre gostar
    Não há medida nem peso, é preciso é acertar…
    Bendito seja o amor nesta sexta feira treze!!

    Gostar

  6. Arlette Pereira diz:

    O amor, pode ser um olhar…
    Uma carícia, um sentir
    A ternura d’um beijar
    A leveza d’um sorrir
    A graça de um choro de criança…
    A luz que erradia, uma nova esperança
    O desenrolar d’um abraço…
    O colocar das mãos, simbolizando algo…
    A postura do corpo, “insinuando aventura”…
    O jeito de vestir, convidando com desenvoltura!
    Sexo fácil ou dificilmente uma relação…
    Extremos opostos, não comovendo nunca o coração!

    Gostar

  7. Arlette Pereira diz:

    O amor;tudo em nome do amor…
    Fantasias, queixumes, alegrias dor
    Morte, surpresa cansaço; ai, tanta coisa Senhor…
    “Molestamos o amor”, da forma que o intrepertamos…
    Por vezes, nem dignos dele somos!
    Não temos a capacidade de amar…
    Amar, amar até à exaustão…
    Felizes, aqueles que amam com verdade, dedicação!
    Não impondo, regras ridículas ao seu par…
    Seja homem ou mulher, amai-vos num todo!
    Clarificai o vosso sentimento…
    Fazei dele, como que um “bom alimento”!
    Alimentai a vida, o tempo…
    Sede generosos, amai-vos, amai-vos!!!

    Gostar

    • Arlette Pereira diz:

      O amor é a carícia, mais pura que podemos usufruir…
      Cada qual a seu jeito, é preciso é insistir…
      Sermos fiéis e o amor abraçar com verdade…
      Dando o seu todo p’rá felicidade!
      Um casal, pode ser pobre…
      Mas, ter um coração feliz e nobre…
      É só viver, na luz na esperança
      Ser humilde e dedicado
      Como faz, qualquer bom namorado…
      Lembrar, pequenas coisas que se nos varrem da lembrança!
      Uma data, um beijo uma viagem…
      Ai, o amor que “delícia de aragem”!!!

      Gostar

      • Arlette Pereira diz:

        O amor, tudo que temos de melhor…
        Pode ser, uma relação duravel ou não
        Basta-nos, um simples olhar e o coração “dispara”…
        Nestas coisas do amor, o coração nos fala
        Diz-nos tudo, verdades ilusões…
        “Arrebates” momentãneos, paixões!
        Grandes desilusões, dor…
        O amor é uma carta fechada
        Só com o passar do tempo, descobrimos a razão…
        E, se é puro ou apenas ilusório
        Transformando-se muitas vezes, para ambas as partes em ódio…
        Depois separações, divorcios mau estar!
        Não brinquem com o amor (fogo), podem-se chamuscar…
        Amem, amem com verdade, sejam fiéis a vós próprios
        Defendam-se da mentira, das injustiças calunia…
        Sejam felizes e, sintam-se orgulhosos de amar!
        Viva o amor, o bom gostar!!!

        Gostar

  8. Arlette Pereira diz:

    O amor enciumado, dá-nos cabo da cabeça…
    Faz-nos às vezes, que a paciência se perca
    Embora tolerantes, mas existem limites!
    Um amor assim…
    Muito complicado para mim
    Dá-me “ganas de matar”…
    Mas depois, tudo passa e outra pessoa não consigo amar!
    Somos mortais e cada um, tem sua maneira de gostar
    Mas às vezes, hája paciência…
    Em nome do amor e da ciência
    Eu proponho, muito calma e esperança…
    Resolvendo os atritos, com muita sapiencia e “alma mansa”
    O ciúme, “mata-nos o coração”…
    Fazendo-nos sofrer e “odiar” a paixão!
    Quem, nunca chorou por amor?!

    Gostar

    • Arlette Pereira diz:

      Chorar por amor, umas vezes sim outras não…
      Pode ser alegria ou apenas dor no coração!
      Mas uma dor, que nos “mata” corrói…
      Faz-nos fazer loucuras, sem pensar
      O ciúme, destrói-nos, “põe-nos a bater mal”
      Torna-nos desgraçados, querendo vingança…
      Falta-nos o bom senso, para contrapor a realidade
      Andamos dominados pelo ódio e, não procuramos a esperança!
      Quem nunca teve uma crise de ciúmes, pelo seu par??
      Naturalmente, muito boa gente, embora não o admita…
      Faz parte do ser humano, é uma verdade!
      O amor é o melhor e o pior que pode existir em nós…
      Matamos sofremos, alegramo-nos…
      Tudo em nome do amor, do coração!!
      Viva o amor em todas as situações…!!

      Gostar

      • Arlette Pereira diz:

        O amor é fonte de energia é pedaço de tempo…
        Que todos queremos gastar…
        Hoje, ontem amanhã…
        Todos necessitamos de amar!
        Somos criaturas e precisamos de companhia…
        Umas vezes tristes outras com riso e alegria!

        Somos pensamento, somos “loucura”…
        Somos a doce ou amarga ternura…
        Entre os vendavais que habitamos…
        Somos irreverentes, somos a cúpula do amor…
        Podemos ser noite ou dia…
        Gostamos de nos divertir e quando em vez, também há fantasia!
        Vamos todos amar e ser felizes em nome do amor…!!

        Gostar

  9. Arlette Pereira diz:

    Aonde existe amor, existe vida…
    Existe complicidade, ternura
    Beber carinhos, sorver doçura…
    Heroínas amantes, mancebos audazes
    Amando-se com a maior loucura…
    Corpos distintos, convidando à infidelidade
    Outros no maior love, impregnados de felicidade!

    Quem nunca se apaixonou…
    Quem nunca perdeu a cabeça, guiando-se apenas pelo coração??
    Quem teve a sorte ou loucura, vivendo uma grande paixão??
    Quem soube aproveitar, todos os momentos felizes que a vida lhes deu??
    Quem conseguiu superar alguma dor, vivendo depois um grnde amor??!

    Felizes todos estes e, outros que o conseguiram…
    Sede corpo e alma, na fantasia e no amor…
    Renunciem à intriga e ciúme…
    Nunca dispensem uma grande paixão…
    Mas sejam sinceros, dêem-se de coração!!

    Gostar

  10. Arlette Pereira diz:

    O amor, é a aventura de sermos nós…
    Na plenitude da dádiva, de amar
    Sermos bons, modelados…
    Eternos amantes, namorados
    Cúmplices, sinceros, despojados…
    Valentes, curiosos,honesto entre si!

    Sentimento benigno, mas perigoso…
    Podendo ferir ou matar…
    Mas também, forma íntima de amar
    Fazendo da vida, a luz o carinho…
    Talento tão belo de se querer
    Ai coração, como é bom viver!

    No carinho, na aventura…
    Havendo todos os dias, meu Jesus…doçura!
    E, quando as crianças chegam, ai meu Senhor…que ternura!
    Alguns sacrifícios, mas não há nada melhor…
    A vida é assim, mas val a pena vivê-la!
    Ter um par que nos partilha e, nos dá todo o seu ter!

    Esta vivência do amor…
    Só um grande amor e sua pureza
    Resiste aos contratempos da vida e sua dureza…
    Sonhos interrompidos, zangas pânico…
    Falta de trabalho, desunião…
    Ai coração, como és belo; doce paixão!!!

    Gostar

  11. Arlette Pereira diz:

    Ainda penso em ti…
    Naquela malfadada viagem, que nos desgostou
    Tantos sonhos, tantas esperanças, tudo acabou…
    Foram horas, dias sem ti…!

    Ainda penso em ti…
    Custou-me muito, o teu afastamento
    Mas percebi, o teu coração…
    Vi que te apaixonaste, sem tempo!
    Como eu te amo, deixei-te ir para outro coração…!

    Ainda penso em ti…
    Ainda moras aqui no meu peito, ai saudade!
    Quero-te feliz, meu amor…
    Mesmo sofrendo, adeus querida, amor
    Saudades de nós, de ti…!

    Ainda penso em ti…
    Belos momentos de felicidade
    Eu passei, tu passaste, acabou…eis a verdade
    Estou convicto do que aconteceu;adeus amor, o meu pensamento é para ti…!!

    Gostar

    • Arlette Pereira diz:

      Amor, amor sincero e puro…
      Se vai desvanecendo, é “duro”
      Tem que haver empenho constante…
      Embelezando o belo amante
      Regando “a flor” incessantemente…!

      Amor, magia, coração…
      Eu gosto, eu amo de paixão
      Viro um demónio, se sou enganado Preciso de amor, de ser muito amado
      Quando me apaixono, é coisa séria…!

      Ai, corações destroçados…
      Juntem-se a mim, vamos celebrar
      O não sermos amados…
      Novas conquistas, novo amar
      Quem sabe desta vez, existe um novo olhar…!

      Há “fumo branco”, vamos lá namorar…
      Encher as vistas e o coração
      Ela é tão linda, ai, ai paixão…
      É muito calma e fala docemente
      Estou “louco, louco” a amar…!!

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s