DUKE ELLINGTON

DUKE ELLINGTON

Duke Ellington nasceu em Washington. (1899-1974)

É considerado o maior compositor de jazz de orquestra.

Compôs mais de três mil músicas, entre as quais suites e composições de concerto, tal como “Brown, Black and Beije”.

Com uma carreira de mais de meio século, produziu músicas para cinema, teatro e songbook. Fez centenas de gravações com as suas bandas, acompanhando os maiores nomes do jazz. Criou o melhor e mais original som musical dos Estados Unidos do século XX.

O seu estilo associava o blues, diversas modalidades de jazz e big band no ritmo do swing.

As origens da música negra de Ellington são parte integrante dos hinos religiosos americanos, do ragtime, das canções de negros interpretadas por brancos e do blues.

Actuou, com a sua orquestra, durante quatro anos, no famoso “Cotton Club”, no bairro de Harlem.

Ellington ganhou 12 prêmios Grammy entre 1959 e 2000.

Foi distinguido com a “Presidential Medal of Freedom” e com a “Legião de Honra” (condecoração francesa). Além disso, foi o primeiro músico de jazz a ingressar na Academia Real de Música de Estocolmo.

Em Washington existe uma escola dedicada à sua memória, a “The Duke Ellington School of the Arts”.

A sua autobiografia foi publicada em 1973, com o título “Ellington, Music Is My Mistress”.

Algumas das suas citações pessoais:

 – “Eu sou o pior disciplinador do mundo. Há muita responsabilidade em ser um líder! Você tem que ter a dignidade e autoridade de um líder, e isso é tudo tão pesado!”

– “Se eu sou o Duque, homem, Peggy Lee é a Rainha.”

– “Eu sou um bandleader e sou um compositor.”

– Nova York é um lugar onde os ricos passeiam, os pobres conduzem Cadillacs e os mendigos morrem de fome, com milhares de dólares escondidos debaixo dos seus colchões.”

As suas últimas palavras foram: “A música é como eu vivo, porque eu vivo e como eu vou ser lembrado.”

Advertisements

Sobre José Eduardo Taveira

Nasci no Porto. Trabalhei em diversas empresas nacionais e multinacionais, exercendo cargos directivos. Actualmente estou liberto de compromissos profissionais, usufruindo a liberdade de viver como gosto e quero. Publiquei três livros intitulados: "Juntos para Sempre","Histórias de Pessoas que Decidi Divulgar" e "Viagem ao Princípio da Vida". Os dois primeiros em Portugal e o último no Brasil.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s