QUE SABEMOS SOBRE O VÍCIO?

VICIOS

 Honoré de Balzac: Um vício custa mais caro que manter uma família.

 – Jean Molière: Todos os vícios, quando estão na moda, passam por virtudes.

– Samuel Butler: Uma das funções do vício é manter a virtude dentro de certos limites.

 – Bernard Shaw:  Vícios são desperdícios de vida.

 Henry George Bohn: Se abrires a porta a um pequeno vício, não tardarão a entrar os grandes vícios.

 – François La Rochefoucauld: O que impede a entrega a um só vício é termos vários.

– Johann Goethe: Prega-se muito contra os vícios, mas nunca ouvi ninguém condenar do púlpito o mau humor.

– Bertolt Brecht: Um homem deve ter pelo menos dois vícios. Um só é demasiado.

– Étienne Rey: Um vício que se exibe não revela temperamento. É snobismo ou negócio.

– Walter Scott: De todos os vícios, o da bebida é o mais incompatível com a grandeza.

– Victor Hugo: Graças à sombra, apreciamos a luz; graças ao vício, admiramos a virtude.

 

 

Anúncios

Sobre José Eduardo Taveira

Nasci no Porto. Trabalhei em diversas empresas nacionais e multinacionais, exercendo cargos directivos. Actualmente estou liberto de compromissos profissionais, usufruindo a liberdade de viver como gosto e quero. Publiquei três livros intitulados: "Juntos para Sempre","Histórias de Pessoas que Decidi Divulgar" e "Viagem ao Princípio da Vida". Os dois primeiros em Portugal e o último no Brasil.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s