PARABÉNS, LUIZA NETO JORGE !

 

 

 

 

 

Luiza Neto Jorge nasceu em Lisboa, no dia 10 de Maio de 1939 e viveu até 23 de Fevereiro de 1989.

Foi poetisa e tradutora.

Estudou Filologia Romântica na Faculdade de Letras de Lisboa, onde fundou o “Grupo de Teatro de Letras”. Desistiu do curso e foi viver para Paris durante oito anos, onde desempenhou diversas profissões, uma das quais, empregada de livraria.

Em 1960 publicou o seu primeiro livro intitulado “Noite Vertebrada”.

É considerada a poetisa mais marcante do grupo de poetas do movimento “Poesia 61”, que procurou renovar a linguagem poética, pesquisando novas capacidades gramaticais e semânticas. O surrealismo influenciou a sua escrita.

Grande parte dos seus poemas foram traduzidos para vários idiomas.

Escreveu para teatro e cinema. Foi autora de diálogos para os filmes “Brandos Costumes” e “A Ilha dos Amores”.

Traduziu autores como Gérard de Nerval, Marguerite Yourcenar, André Breton, Jean Genet, Céline, Sade, Goethe, Verlaine, Apollinaire, Garcia Lorca, Ionesco, entre outros.

Foi autora de “Quarta Dimensão”, “A Lume”, “Os Sítios Sitiados”, “Terra Imóvel”, “O Seu a Seu Tempo” “Dezanove Recantos”, “O Ciclópico Acto”, “Poesia”.

Está representada na maioria das antologias de poesia contemporânea.

Em 1993 foi editado o volume “Poesia”, no qual se encontra reunida toda a sua obra poética.

Pela tradução de “Morte a Crédito” de Céline, foi-lhe atribuído o Prémio do PEN Clube.

Nesta homenagem a Luiza Neto Jorge no dia do seu aniversário, o poema “Minibiografia”.

            

                    Minibiografia

Não me quero com o tempo nem com a moda
Olho como um deus para tudo de alto
Mas zás! do motor corpo o mau ressalto
Me faz a todo o passo errar a coda.

Porque envelheço, adoeço, esqueço
Quanto a vida é gesto e amor é foda
Diferente me concebo e só do avesso
O formato mulher se me acomoda

E se nave vier do fundo espaço
Cedo raptar-me, assassinar-me, cedo:
Logo me leve, subirei sem medo
À cena do mais árduo e do mais escasso.

Um poema deixo, ao retardador:
Meia palavra a bom entendedor.

Anúncios

Sobre José Eduardo Taveira

Nasci no Porto. Trabalhei em diversas empresas nacionais e multinacionais, exercendo cargos directivos. Actualmente estou liberto de compromissos profissionais, usufruindo a liberdade de viver como gosto e quero. Publiquei três livros intitulados: "Juntos para Sempre","Histórias de Pessoas que Decidi Divulgar" e "Viagem ao Princípio da Vida". Os dois primeiros em Portugal e o último no Brasil.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

2 respostas a PARABÉNS, LUIZA NETO JORGE !

  1. araujosandra diz:

    Gosto da forma como avança nas palavras, abraçando a genuinidade das emoções e do pensamento!

    Gostar

  2. José Eduardo Taveira diz:

    É de facto uma poetisa admirável!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s