Arquivos Diários: 10/02/2012

Um conto inédito: «A esmola» (Parte II)

(continuação da Parte I, ontem publicada) No dia imediato, de barba feita e pequeno-almoço tomado, foi Joaquim a uma das fábricas de conservas. Havia-lhe constado, por nacos de conversa apanhados ao acaso na sua ainda curta permanência na grande cidade, … Continuar a ler

| Publicar um comentário

De um poema se faz a noite…

De um poema se faz a noite Ao perto vejo o silêncio Que nos teus lábios me lembrou Queria ser ontem E pintar memórias de tempo De beijos teus Debruados de amor Em versos meus José Guerra (2012)

| 2 Comentários