Arquivos

Todo o Merchandising colável da Obra Angola no coração, Angola em poesia

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

ECOS DA FEIRA DO LIVRO DE FRANKFURT

A edição de 2013 da Feira do Livro de Frankfurt chegou ao fim, e foi com grande orgulho que tomei parte, pela primeira vez na qualidade de autora, neste importante evento cultural. A minha sessão de autógrafos foi no dia … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

Quero em mim O possível da eternidade do tempo O amanhecer  da primavera fora do meu corpo O  anoitecer  que  invade a alma na madrugada dos invernos O descanso do corpo que se eleva A esperança adormecida no espaço que … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

“Nessa noite, a fadita entraria no sono de Barnabé e o faria sonhar com a magia dos gigantes e dragões e das poções mágicas em que ele se recusava a acreditar. E assim o fez. Quando Barnabé foi dormir, a … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

Crónicas da Brilha: O segredo de ser feliz.

  O segredo de ser feliz.   Mais um ano se passou. Cheio de caixas de cartão, papel de embrulho, uma gripe, idas à praia, ao campo, reencontros com amigos de cá e de lá e a imensa alegria de plantar … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

Crónicas da Brilha – Como perder 48h

    Como perder 48h. Dás por ti no ponto em que começaste. A ouvir os barulhos da noite, um carro parado com o motor ligado, um jogo de futebol na TV e os ruídos que são os mesmos dos … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

Crónicas da Brilha – A incoerência de um dia de chuva

Já lá vai o tempo em que fizeram Matilde sentir-se especial. Na escola, recebia as recompensas da sua dedicação, os seus pares e professores incentivavam a escrita e a representação teatral e eram tantas as suas certezas. Confiava, sobretudo, nas … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

Quando Portugal joga – Crónicas da Brilha

      Quando Portugal joga. Parece a chegada do Homem à lua e todo o mundo pára defronte de uma televisão com a cervejinha, os cacahuetes e as bandeiras zelosamente colocadas no alpendre ou na janela. Um marco, definitivamente, na … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

As desventuras da teimosia ortográfica – Crónicas da Brilha

  Tenho resistido, não sem algum pudor pessoal, a escrever como mandam as modas. Sou um bicho de rotinas, defendo-me, e não concebo que, de uma penada, se mude a língua por decreto, tornando o certo em errado, o académico … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | Publicar um comentário

A caça às bruxas – Crónicas da Brilha

Às vezes assalta-me um sentimento de inquietação súbito e sem porquê. Não sei de onde vem, não é trazido pela mão de algum pensamento mais profundo. Assalta-me e pronto. Em que é que se deve acreditar verdadeiramente hoje em dia? … Continuar a ler

Nota | Publicado em por | 1 Comentário